Netflix

OTALINK #38

Meu objetivo é lançar o OTALINK no domingo e novamente eu falhei…

  • O usuário do reddit Hardwiremagic percebeu um easter egg de Bleach na série Os Defensores da Marvel/Netflix. Na cena abaixo podemos ver a espada de Aburame Renji:

    Fonte: Combo Infinito

  • Ainda em séries, agora uma homenagem do oriente ao ocidente. Hajime Isayama, autor de Attack on Titans, é fã declarado de Game of Thrones que até usou alguns atores como modelos para os titãs:
    attackontitans-gameofthrones
    Ele gosta tanto do show que admite que o programa da HBO pode influenciar sua obra.
    Fonte: Cubo Geek

O que o futuro nos reserva?

meme-logan-wolverine-o mundo não é mais o mesmo

Anúncios

OTALINK #36

Bem nesses últimos dias tivemos o lançamento do polêmico live-action de Death Note produzido pela Netflix, que pelo menos pra mim, um cara que não é fã do anime, vi com bons olhos. O esquema é sempre pensar positivo e acreditar que poderia ser pior, tem gente comparando com Dragon Ball Evolution, o que eu acho um exagero, mas ainda não é hora da minha critica ao filme.

Redes sociais:
Página no Facebook
Twitter
Instagram
Youtube
Tumblr
Flickr

Resenha – Corpse Party: Live-Action

Capa: Corpse Party - Live Action; terror japonês, filme B, cinema japonês, filme japonês

Conheci Corpse Party a pouco tempo, graças a gameplays no Youtube e os mangás da New Pop, mas a franquia foi lançada em 1996 como game de Survival Horror feito em RPG MAKER de forma amadora por Makoto Kedoin e o Team GrisGris.

Corpse Party fez um grande sucesso, ganhou muitas continuações e portado para diferentes plataformas de games. O jogo está disponível no disponível no Steam, GOG e outras.

Logo em seguida foi adaptado animes e live-actions também.
E é sobre o primeiro filme “Corpse Party” de 2015, disponível na Netflix, que essa resenha vai tratar.

(mais…)

OTALINK #35

Olá.
Procrastinação é osso! Se sempre fica arrumando desculpa, “minha casa tá em reforma”, “tenho de estudar” e etc. Mas aqui estou eu novamente tentando colocar ordem na vida e nesse blog.

  • Aqui alguns links de matérias  sobre o mal ou o bem que o Crunchyroll, Netflix e outros serviços de streaming podem trazer ao mercado de animes. 1 e 2
  • E também uma discussão em três blogs (Dissidência Pop, Finis Geekis e É só um desenho) sobre os efeitos da pirataria cultural.
  • Recomendo uma olhada no site: Queer as Geek , que acredito dar uma visão não heteronormativa sobre cultura pop.
  • Um japonês tirou uma foto do fim do arco-íris, mas não tinha nenhum tesouro, ou será que era o começo? Visto no Rocket News 24

ONE-PUNCH-MAN-CAPA

Resenha: One-Punch Man – E quando se é o mais forte?

A premissa é simples e ao mesmo tempo inovadora: O que acontece quando se é o mais forte? One-Punch Man é uma parodia feita em cima de um dos maiores clichês dos shonens clássicos: Se todo mundo sabe que no final o herói vence, por que toda aquela enrolação, treinos e formas finais?

Saitama, o protagonista, quando criança tinha um sonho comum para a idade, o de ser super-herói e após ele salvar um garoto das garras do Homem-Caranguejo, ele decide realizar esse objetivo infantil.

E com um ardo treinamento que consistiu em: 100 flexões, 100 abdominais, 100 agachamentos e 10km de corrida todos os dias, além de não usar ar condicionado, com uma dedicação de perder o cabelo. Saitama se tornou, o Homem do Único Soco!

saitama_homem-mais-forte

(mais…)