Saga por Saga: Yu Yu Hakusho – Detetive Espiritual


O Saga por saga é uma categoria um pouco antiga e abandonada aqui no blog no qual um anime é analisado em partes e o primeiro título escolhido foi HunterXHunter de Yoshihiro Togashi, o mesmo autor de Yu Yu Hakusho, cujo os mangá foram lançados pela JBC.

Animetv-Yu-Yu-Hakusho

Esse anime clássico que estreou à 20 anos atrás, no dia 17 de março na Rede Manchete, e tem uma legião de fãs. Fãs que continuamente discutem qual dublagem é melhor: A antiga dos anos 90 ou a dos anos 2000 quando o desenho passava na Cartoon Network?

Eu nunca tinha ouvido a versão da Cartoon Network então decidi assistir as duas versões do desenho para comparar e ter meu própria opinião. E é fácil encontra-las no Youtube.

E me desculpe os saudosistas, mas a versão da Cartoon é a vencedora por causa da qualidade de som, que é mais limpa, do maior dinamismo nas falas e termos usados, isso considerando que o estúdio de dublagem foi o mesmo e que praticamente todas as vozes são idênticas. O que pode influenciar um pouco a disputa é a questão das gírias usadas, porque essa abrasileirada, as vezes tão mal vista, é um dos maiores trunfos do anime .

Sinopse:

Yusuke Urameshi era um delinquente valentão que só cabulava aula e se metia em brigas, quem iria pensar que um cara desse iria se sacrificar para salvar uma criança? O Mundo Espiritual que não foi.

images

O herói fica confuso em ver seu corpo ali no asfalto, mas de certa forma estava conformado com a morte, contudo, logo chega voando em cima de um remo e com seu formoso kimono, uma versão bem mais linda da Morte, a Botan (S2), uma Guia Espiritual que diz ao recém-falecido que ele pode ser revivido porque não tem vaga pra ele nem no Céu, nem no Inferno, mas esse milagre só será possível se pessoas mais próximas a ele também desejarem seu retorno.

Mas claro que todo o milagre vem com uma promessa. Yusuke se tornou um Detetive Espiritual. Talvez ele devesse ter ficado morto mesmo, porque com o trampo que o Príncipe Koenma lhe deu, a morte vai ser bem mais dolorosa…

Saga: Detetive Espiritual

Estreia original: 10 de outubro de 1992

Episódios: 1 ao 25

Os capítulos dessa primeira parte pode ser divido em três casos:

Caso do Roubo dos 3 Objetos Infernais

Alguns objetos perigosíssimos foram roubados por três seres das trevas e cabe ao Yusuke recupera-los.

Aqui ficamos familiarizados com o termo força espiritual, Yusuke aprende seu golpe básico, o Leigun, e somos apresentados aos dois últimos membros do grupo heroico, os criminosos Kurama e o Hiei. Enquanto o primeiro é mais humano e compreensivo, o outro é tipo o Vegeta do anime, tanto em tamanho como em personalidade.

Legal é que na primeira luta vemos a assustadora diferença de um humano comum e um demônio, Yusuke leva uma surra feia no primeiro embate, mas depois se recupera. Já na hora de enfrentar o Kurama, ao invés, de uma luta temos um diálogo, onde o personagem principal novamente demonstra que se importa com os outros. Porém, o coro comeu na luta contra o Hiei, o protagonista, de modo inteligente ou cagado, usa um espelho para acertar o inimigo, que tem um olho na testa, mas não nas costas :P

No fim, esses dois acabam que forçados a trabalhar ajudando o Yusuke para que suas penas sejam reduzidas.

Os insetos infernais

Um grupo infernal que quer ir para o mundo Terreno envia insetos bizarros e invisíveis que sugam a vida das pessoas e as transformam em zumbis.

Nessa parte, o protagonista, junto com Kuwabara, que mostrou ter uma grande sensibilidade espiritual e a habilidade de moldar a energia espiritual, e seus parceiros condenados vão ao Inferno derrotar os monstros que estão espalhando terríveis insetos malignos na Terra.

E naquele típico esquema: cada um enfrenta um. Hiei mostrou sua lealdade e Kurama tem uma luta dura, mas com a esperteza e bons reflexos consegue se livrar do inimigo.
Chega a hora de Kuwabara mostrar a que veio e acaba tendo a luta mais sofrida da missão, o seu adversário explode, cai na lava e não morre.

A última luta é do Yusuke, que sofre muito na batalha, até as solas do seu sapato ele usa para se livrar dos ataques elétricos do inimigo, mas só consegue derrotar o demônio quando fica puto ao ver que a Keiko e a Botan estão passando por maus bocados, sendo perseguidas pelos homens controlados pelos insetos.

A garota que chora pedras preciosas

Uma menina é mantida presa e torturada por um magnata por causa das suas lagrimas que se transformam em pedras raríssimas, e ela deve ser resgatada, é isso que mostra uma fita, que estupidamente deixaram pro Hiei entregar ao Yusuke, isso foi estupido porque o último que deveria saber dessa situação era o vilão reformado, porque a garota é a irmã dele. Temiam que o baixinho matasse o ricaço, que apesar de feio como o cão chupando manga, é um humano.

Então enquanto Yusuke, Botan e o intrometido Kuwabara vão ao resgate, adentrando a floresta e a mansão, o sequestrador e o clube Black Black Club, composta de outros abastados, apostam nas lutas que os heróis vão enfrentando no caminho. Já para fazer a pobre garotinha se acabar de chorar foram chamados os temíveis irmãos Toguro, sendo que o mais forte, o irmão mais novo, é um dos ícones do anime, consegue controlar a massa muscular e que teve como inspiração o Arnold Schwarzenegger .

Já o Toguro mais velho é um magrelinho, um esquisito de aspecto seboso, que tem a habilidade de moldar o próprio corpo.

Vlcsnap-2011-06-09-15h02m45s35

Antes do protagonista e seu parceiro se deparem com os irmãos eles enfrentam três demônios em lutas com soluções bem inteligentes. Destaque ao hilário confronto com uma demônio onde o Kuwabara, todo machão e cavalheiro, se recusa a enfrentar, já o Yusuke não dá a mínima para isso. E o pior, ele com suas mãos bobas descobre que o oponente na verdade é um homem!
Enquanto Kuwabara está inconformado pelo seu companheiro ser um bolinador, Yusuke, depois da descoberta, deixa de moleza e pega pesado nos golpes.

O senhor Tarukane está ficando cada vez mais pobre perdendo as apostas para um dos magnatas, porém na luta dos Toguro ele pretende recuperar tudo…

Enfrentando os irmãos, os heróis quase morrem, mas graças a uma sacada do Kuwabara, eles em conjunto derrotam a dupla de mercenários. Mas, por fim descobrimos que os Toguros só fingiram morrer, eles estavam trabalhando para o cara que faliu o Tarukane e que estão muito interessados em enfrentar os garotos novamente.

Lando, o assassino de mestres

Yusuke tava curtindo as férias do colégio quando é convocado para uma missão: Ele deve infiltrar em um processo onde Genkai, uma respeitada mestra, vai escolher seu pupilo e descobrir no meio dos candidatos quem é Lando, um demônio que já roubou as técnicas de diversos mestres e os matou. O herói deve impedir que o mesmo aconteça com a Genkai.

No alto da montanha ele encontra o Kuwabara, que estava lá só querendo uma consulta espiritual e alguns caras do Street Fighter, como o Ryu, E. Honda, Dalsim, Zangief, Guile, Sagat e Chun-lee.

Os companheiros passam facilmente pelas duas primeiras etapas, enquanto que na corrida o Kuwabara, por causa da sua sensibilidade, foi o primeiro a chegar. Na quarta etapa rolaram umas lutas no escuro muito legais, pena que essa parte já deixa uma dica de quem é o procurado.

A quinta e última parte tem lutas também, só muda o cenário, que é bem aproveitado nas pelejas. E por pura sorte, Yusuke vence o Lando e torna-se o aprendiz de Genkai.
Após o ardo treinamento o herói volta pra casa, mas se depara com o Toguro mais novo, que depois de um show off, “convida” Yusuke para o Torneio das Trevas.

Yu Yu Hakusho 12

Essa é a primeira vez que eu revi Yu Yu Hakusho desde que eu era moleque pela Manchete e caras, que anime fantástico! Com uma das melhores aberturas e fechamento!

Sobre a parte artística, bem, é um desenho antigo, os olhos são bem menos exagerados que hoje em dia, as cores são mais simples, as lutas são meio paradas comparado com os animes atuais, algumas cenas se repetem, mas é um traço bonito e simples.

Um ponto muito legal é as soluções das batalhas, elas não se resolvem só no fator de quem é mais forte, a inteligência e estratégia podem virar o jogo, mas nada que precise daquelas longas explicações. E nesse aspecto dá para notar a semelhança com HunterXHunter.
Inclusive o Kilua e o Kurapika foram baseados respectivamente no Hiei e no Kurama.

O humor do anime é muito bom, a relação entre “tapas e beijos” do Yusuke com a Keiko, o jeito machão apaixonado do Kuwabara, o Hiei com sua pegada ala Vegeta. Espero que mesmo que o anime tenha lutas cada vez mais difíceis essa veia humorística não se perca.

Mas a dublagem é o que mais ajuda no tom engraçado, tornando impensável assistir esse desenho no áudio original. Eu recomendo muito YuYu Hakusho, independente da sua dublagem preferida.

Fontes: Wikipedia, Ei nerd, Yu yu Hakusho Wiki

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s