WCW, Witch Craft Works, Ayaka Kagari

Resenha – Witch Craft Works


WCW, Witch Craft Works

Autoria: Ryuu Mizunagi
Diretor: Mizushima Tsutomu ( Blood-C, Another, Prison School)
Estúdio: J.C.Staff ( Toradora!, Shokugeki no Souma, Bakuman)
Ano: 2014
Gênero: Ação, comédia
Classificação: +13
Capítulos: 12 + OVA
Baseado em mangá

Honoka Takamiya estava tendo um dia normal quando de repente um pedaço do prédio da escola despenca sobre sua cabeça e assim acaba a sua vidinha comum, fim.

WCW, Witch Craft Works, Honoka Takamiya

Só que não…

Ele é salvo por Ayaka Kagari, que além de ser a garota mais linda e popular da escola, é também uma bruxa que com seus poderes derrota facilmente sua oponente. Agora Takamiya se tornou uma “donzela em perigo”, mais especificamente uma princesa, que é como Kagari se refere a ele.

WCW, Witch Craft Works, Ayaka Kagari, Honoka Takamiya

Essa inversão de papel é muito engraçada, mas igual a outros exemplos de Resgate a Princesa, isso acaba se tornando chato depois de um tempo, Takamiya sempre é salvo por ela, ele sempre acaba fazendo merda e não serve de nada, ele só é tão importante por causa da coisa branca dentro dele e cada vez mais mulheres aparecem atrás disso. Calma, não é o que você está pensando! Ou será que é? Sem spoilers.

WCW, Witch Craft Works, Ayaka Kagari, Honoka Takamiya

Junto com o “herói” somos levados a uma guerra magica entre as Bruxas da Oficina (boazinhas) e as Bruxas da Torre (malvadas).

Um conceito que eu achei muito bem bolado é a função das Bruxas da Oficina, o grupo, composto por várias mulheres, fazem um contrato com a cidade, protegendo as pessoas comuns com magia, assim independentemente do tamanho das batalhas os cidadãos não serão afetados e todos os danos são reparados, como se nada tivesse acontecido. Enquanto que do outro lado, temos as Bruxas da Torre, que costumam se vestir de branco e usam seus poderes ao seu bel-prazer, sem se importar com ninguém.

WCW, Witch Craft Works

Outra coisa legal, é que as mulheres sendo maioria nas irmandades, os poucos homens que estão dentro têm posições subordinadas.

O anime tem um humor bem descente, algumas partes são puxadas para o Ecchi, e o forte sentimento que a irmã mais nova de Takamiya sente por ele.
A parte artística é muito boa, com uma computação gráfica bem-feita, inclusive nos confrontos.

WCW, Witch Craft Works, Ayaka Kagari

O fogo desse anime é um dos mais bonito que eu já vi!

O design das bruxas é muito bom, mas falta personalidade. Eu gostaria que tivesse mais material sobre algumas delas, os poderes, história e motivações de algumas personagens.

Ayaka Kagari é ao mesmo tempo é a melhor e pior coisa do desenho, a relação dela com Takamyia é bem engraçada e aos poucos ela vai se entregando aos sentimentos, mas ela é muito Over Power, mesmo sem os poderes, a maioria das disputas não dá nem graça.

Witch Craft Works é um anime muito bonito, bem leve, pra descontrair, dar umas risadas, mas depois alguns episódios ele se torna um pouco cansativo. É uma pena que o diversificado design de personagens acaba desperdiçado em meio a uma trama morna e rasa.

WCW, Witch Craft Works, Ayaka Kagari, Honoka Takamiya, beija ela logo, kiss her

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s