Especial: 20 anos de Evangelion – Resenha: Mangá Neon Genesis Evangelion


tumblr_o08mqgsLhr1sctb47o1_1280

Bom ano novo, finalmente chegamos ao ano do 3º Impacto, onde todos nos uniremos e seremos uma coisa só, sem individualismo e preocupações, mas enquanto isso não acontece, eu finalmente vou terminar, pelo menos a primeira parte, desse Especial falando sobre a adaptação em mangá de Neon Genesis Evangelion.

Roteiro Original: Hideaki Anno
Roteiro Adaptado e  Arte: Yoshiyuki Sadamoto
Ano: 1994-2013
Gênero: Ação
Editoras Originais: Shonen Ace – Young Ace
Editoras Nacionais: Conrad – JBC
Volumes: 14 (Compre aqui)

CAM01230

Lançado meses antes da estreia do anime para popularizar a serie, durante 10 anos Yoshiyuki Sadamoto, que também era o diretor de animação e designer dos personagens, ficou responsável pela publicação dos mangás de Neon Genesis Evangelion.

A obra sofreu um pequeno hiato, o título, antes publicado na Shonen Ace, foi transferida para Young Ace, voltada para um público mais velho. Aqui no Brasil também houve mudanças, a Conrad começou as publicações em formato Meio-Tanko até o número 20, depois foi passado para a JBC que completou com mais 6 volumes, enquanto lançava a versão Tankoubon como uma edição especial, completa em 14 volumes.

Em Neon Genesis Evangelion, se você não sabe, a Terra sofre um grande Impacto quando os homens tentaram estudar um ser alienígena caído no planeta, causando descongelamento das geleiras. Após anos seres espaciais começam a atacar e a humanidade contra-ataca com robôs, que só podem ser pilotados por adolescentes.

*CONTEM SPOILERS

Uma vantagem do mangá sobre a animação é que é possível ver o pensamentos de vários personagens, não só os do Shinji, assim é possível, por exemplo, perceber o quanto a Rei se humaniza convivendo com o herói. Também foram criadas muitas cenas extras e flashback que ajudaram no aprofundamento dos personagens, um dos melhores adicionais foram o da relação entre Shinji e Kaworu Nagisa.

211

Essas edições especiais também trouxeram texto das dubladores do trio principal, do Hideaki Anno, o criador da serie e de Ikuto Yamashita responsável pelo design mecânico dos EVA, uma pena que tudo isso é só nas três primeiras edições, depois não tem mais nada do tipo.

Mas nem todas as alterações foram boas, a cena da masturbação de Shinji sobre a Asuka em coma, foi substituída por um breve despertar dela pra cima de Shinji tentando enforca-lo, invertendo umas das cenas finais de The End of Evangelion, que também é cortada nessa versão. E falando em cortada, na luta de Asuka contra os EVAs automáticos, o herói chega a tempo de poupar o Unidade 2, o 3º Impacto também ocorre de forma bem diferente, bem menos apocalíptico.

neon-genesis-evangelion-2552417

Eu gostei muito da revista, a arte é idêntica a animação, servindo como um ótimo complemento então se você já é fã da serie, essas revistas são obrigatórias e se você acha a trama complicada e quer compreender melhor, os mangás são ideias e bem menos problemática que o anime, qualquer coisa é só ler de novo e de novo…

Bem, agora esse Especial entra em hiato e só volta assim que os todos os Rebuilds of Evangelion forem lançados e devidamente assistidos.

Fontes:
Japanator
Evangelion Wikia
Evangelionbr

Especial: 20 anos de Evangelion

Inicio

Resenha: Neon Genesis Evangelion

Resenha: Neon Genesis Evangelion: Dead & Rebirth e The End of Evangelion

Anúncios

3 comentários

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s